História

HOSPITAL DO FUNDÃO

Inaugurado em 16 de Outubro de 1955, o Hospital do Fundão sucedeu ao antigo Hospital da Misericórdia erigido em finais do séc. XIX.

Construído em terrenos doados à Santa Casa da Misericórdia do Fundão pela benemérita D. Ermelinda da Conceição Azevedo, a obra só foi possível graças ao empenho da Instituição e de toda a população. Realizaram-se cortejos de oferendas, promovidos pelas diversas freguesias do Concelho, para obtenção de recursos económicos, uma iniciativa concretizada com grande sucesso.

Em 1975 o edifício foi objecto de grandes obras de ampliação, nomeadamente para instalação de uma nova zona de internamentos e maternidade e adaptação de quartos particulares para enfermarias.

A sua gestão estava, então, confiada ao sector assistencial da Santa Casa da Misericórdia do Fundão, situação que se manteve até 3 de Janeiro de 1981 quando, através da Portaria nº3/81, foi integrado na rede oficial dos hospitais portugueses.

A 17 de Fevereiro de 1983, foi-lhe atribuída a categoria de Hospital Distrital e passou a ser gerido por uma Comissão Instaladora até 1991, aquando da posse do primeiro Conselho de Administração.

Em 1999 foi integrado no Centro Hospitalar Cova da Beira.

Conheça um pouco mais da história do Hospital do Fundão aqui.

HOSPITAL DO FUNDÃO

Inaugurado em 16 de Outubro de 1955, o Hospital do Fundão sucedeu ao antigo Hospital da Misericórdia erigido em finais do séc. XIX.

Construído em terrenos doados à Santa Casa da Misericórdia do Fundão pela benemérita D. Ermelinda da Conceição Azevedo, a obra só foi possível graças ao empenho da Instituição e de toda a população. Realizaram-se cortejos de oferendas, promovidos pelas diversas freguesias do Concelho, para obtenção de recursos económicos, uma iniciativa concretizada com grande sucesso.

Em 1975 o edifício foi objecto de grandes obras de ampliação, nomeadamente para instalação de uma nova zona de internamentos e maternidade e adaptação de quartos particulares para enfermarias.

A sua gestão estava, então, confiada ao sector assistencial da Santa Casa da Misericórdia do Fundão, situação que se manteve até 3 de Janeiro de 1981 quando, através da Portaria nº3/81, foi integrado na rede oficial dos hospitais portugueses.

A 17 de Fevereiro de 1983, foi-lhe atribuída a categoria de Hospital Distrital e passou a ser gerido por uma Comissão Instaladora até 1991, aquando da posse do primeiro Conselho de Administração.

Em 1999 foi integrado no Centro Hospitalar Cova da Beira.

Conheça um pouco mais da história do Hospital do Fundão aqui.

 

HOSPITAL PÊRO DA COVILHÃ

Data de 26 de Junho de 1908, a inauguração do antigo Hospital Distrital da Covilhã.

Denominado na época de Hospital da Misericórdia da Covilhã, esta obra, grandiosa para a altura, ficou a dever-se ao empenho do então presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Dr. Joaquim Nunes de Oliveira Monteiro.

Às portas de cumprir um século de vida, o edifício apresentava-se há muito em precárias condições e estruturalmente debilitado, pecando também pela difícil localização e péssimas acessibilidades.

Na memória de todos fica para sempre gravada, a inclinada rampa de acesso aos internamentos, por onde os doentes eram dificilmente transportados em macas, cadeiras de rodas ou camas, graças à força humana.

A reverter esta situação, insustentável, surge o Centro Hospitalar Cova da Beira (CHCB), fruto de uma generosa congregação de esforços, oriunda e impulsionada por factores de natureza impreterível e pelos agentes impulsionadores da região.